As respostas que procura, numa linguagem clara

análise de dados estatísticos

Obtenha as respostas que procura, numa linguagem clara. Obtemos resultados precisos através dos procedimentos e técnicas mais robustos. Prestamos um apoio permanente e experiente em investigação técnica e científica. Pedir de Orçamento! Desenvolvemos estudos de Estatística aplicada nas áreas da saúde, psicologia, educação, gestão, marketing e economia, quer em contexto de investigação, quer em contexto de gestão de empresas. A Alpha 21 presta apoio técnico e consultoria a académicos, estudantes, investigadores e empresas das mais variadas áreas técnicas e científicas, com sigilo, rigor Ler mais …

Como desenvolver uma análise estatística robusta?

Principles and Practice of Structural Equation Modeling

Desenvolver análises robustas e potentes é uma preocupação de todo o investigador. É por isso que a pergunta mais frequente que recebemos seja: “Qual o tamanho que deve ter a minha amostra?”.  A resposta a esta pergunta é influenciada por uma série de fatores, incluindo o objetivo do estudo, o tamanho da população, o risco associado ao estudo de uma amostra “má” e o erro de amostragem permitido. Para melhor estimar o tamanho da amostra, ou para validar que a amostra Ler mais …

Técnicas e Instrumentos de Recolha de Dados

Recolha-de-dados-analise-estatistica.pt

Existem 4 técnicas de recolha de dados que podem ser implementadas através de diferentes instrumentos de pesquisa. As técnicas e instrumentos a aplicar dependem de estudo para estudo e, sobretudo, dos objetivos de cada pesquisa. Técnicas de Recolha de Dados: Inquérito por questionário; Inquérito por entrevista; Observação; Análise documental. Instrumentos de Recolha de Dados: Questionários Guião de entrevista; Análise de conteúdo; Análise estatística / análise quantitativa; Diário do investigador; Ficha de leitura.

Tratamento dos dados: método qualitativo e quantitativo

O tratamento dos dados pode ser desenvolvido segundo o método qualitativo e/ou quantitativo. A cada uma destas técnicas subjazem metodologias diferentes.  Por um lado as metodologias quantitativas valorizam as tendências, as médias, baseando-se na possibilidade de tornarem mensuráveis os fenómenos sociais. Por outro lado, as metodologias qualitativas, que se baseiam na especificidade do objecto das ciências sociais, com características diferentes do objecto das ciências exactas, valorizam as manifestações subjectivas e comportamentais para a compreensão dos fenómenos (Azevedo & Azevedo, 1994: 29).A Ler mais …